Os Mutantes. Trem fantasma.


Canción.

Nombre: Trem fantasma.

· · ·

Letra:

Quatrocentos cruzeiros, velhos compram com medo, das mãos do bilheteiro, as entradas do trem fantasma. Ele e a namorada, ele não pensa em nada, ela fica assustada.

Quatrocentos cruzeiros, de força arrastam, o rapaz e a moça para, o lugar em cinemascope brilhante, a montanha gigante de generais verdejantes, e aparece distante, o trem no espelho brilhante, desde o primeiro beijo, arrebenta o espelho.

Quatrocentos cruzeiros, quatrocentos morcegos de força, o beijo, o rapaz e a moça, o trem dentro d’água, a piscina parada. Ela não pensa em nada, ele pensa e não diz, onde tem muita água tudo é feliz. O primeiro beijo, quatrocentos cruzeiros, zé quarenta HP’s de emoção, o Zé do Caixão, traz os bichos da criação, até o portão e, terminou a sessão.

Quatrocentos cruzeiros, velhos compram com medo, ele e a namorada, ela não pensa em nada, ele pensa em segredo.

· · ·

Músicos: Arnaldo Baptista, Rita Lee y Sérgio Dias (Os Mutantes).

Procedencia: São Paulo, Brasil.

Escrita por: Os Mutantes y Caetano Veloso.

Producida por: Manoel Barenbein.

Biografía (Wikipedia).

Disco: Os Mutantes.

Año: 1968 (Omplatten / Polydor)

Género: Rock Psicodélico.

Crítica (Wikipedia).

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s


A %d blogueros les gusta esto: